sexta-feira, 3 de abril de 2009

UM GRANDE GRANDE AMOR


Antes de mais quero pedir desculpas pelas minhas "baldas" e agradecer mais uma vez às minhas queridas Margarida Benfiquista e Aninha Benfica a Chama Imensa por terem trocado comigo e permitido que este espaço não fosse penalizado enquanto não me passava o "apagão". Não passou mas não posso adiar mais o inevitável e escrevo assumindo que não estou inspirada e nem tenho sabido o que dizer "ao mundo" nestes últimos dias, não sei se esta desinspiração injustificada é uma fase ou se uma situação irreversível mas cá estou novamente para cumprir com a minha obrigação.

Todos aqueles que amam seja o que for...uma (ou várias) pessoas, um animal, um objecto, um clube, um trabalho, um país, sabem que todos estes são amores diferentes mas que encontram vários pontos em comum, quer no sentimento, quer na forma que esse amor adquire e no modo como se manifesta nos mais diversos momentos.


É esse o exercício a que me propus hoje. Falar de amor e em como o Benfica no seu todo, "imita" a vida e as relações entre as pessoas com a vantagem (mais uma) de poder incluí-las.

Quando se ama um filho mais do que qualquer coisa no mundo, tende-se a tentar protegê-lo de tudo e de todos e é isso que fazemos nas centenas de blogues Benfiquistas e na nossa vida, contra-atacando quem põe o nome do nosso "filho" em causa, motivando-o, elogiando todas as suas qualidades e "puxando as suas orelhas" para que se torne sempre melhor, para que se supere, para que supere aquilo que não conseguimos ser. Já quando se ama um pai queremos que ele sinta orgulho de nós, que nos mime e nos defenda, é também o que esperamos do Benfica... que sinta orgulho dos adeptos, que nos ofereça vitórias e nos defenda em campo daqueles que nos atacam onde quer que nos encontremos. Também acontece quando temos um objecto que, de certa forma, amamos. Não tem grande valor económico mas foi escolhido ao pormenor ou alguém especial o ofereceu e ficamos a apreciá-lo e a admirá-lo pela sua beleza, pelo seu significado tal como tudo no Benfica que possa ser materializado. Outro tipo de amor é o amor que sentimos pelos nossos amigos, o companheirismo com que nos deslocamos à Luz para ver o nosso Glorioso, a alegria e esperança nos olhos de todos, as discussões sobre o 11 inicial, os assobios em uníssono nos lances mais polémicos, os abraços nos golos e o consolo que encontramos em cada um quando o Benfica não está a ganhar. Fazemo-lo diariamente em relação às suas vidas, vibramos com as conquistas dos amigos, sofremos com os seus empates emprestando por inteiro e a tempo indeterminado o nosso ombro, o nosso colo... Temos enormes corações com muito espaço para amar de diferentes formas, também quando temos o trabalho da nossa vida em que damos o máximo a cada dia, esperamos o reconhecimento de quem de direito, seja um chefe ou um cliente, festejamos as vitórias ou ficamos seriamente abatidos por "aquele" projecto não ter sido aprovado tal como cada vez que entramos no estádio para assistir a um jogo do clube do nosso coração. E depois destes, resta-nos o amor apaixonado, o amor arrebatador que se traduz inicialmente em paixão e que se manifesta com aquela sensação a que costumo chamar "borboletas na barriga" do "será que ele/a liga?", no Benfica "Será que o Aimar vem mesmo?", é a lua-de-mel constante e pirosa do "Eu amo-te/eu mais!!", quando um anel sela o compromisso e um cartão de sócio oficializa o casamento mas também há o outro lado, também no nosso amor pelo Benfica passamos pela rejeição, quando um treinador recusa treinar o maior e MELHOR clube do Mundo não entendemos e sofremos com isso tal como na vida, até chegarmos à conclusão de que "ele é que perde!" remoemos, perguntamos "porquê?" Temos um projecto sólido, uma massa associativa incondicionalmente apaixonada, vamos lutar pelas competições europeias porque prefere ele treinar ou jogar num clube de meio da tabela noutro país? Dói mas passa, vem aquele que mesmo não o querendo inicialmente, nos muda o comportamento e a visão negativa, apaixona-nos de forma segura e consciente e a histeria começa, a paixão bate forte e o campeonato começa a correr bem, há alguns "tropeções" pelo meio mas todos os casais têm os seus arrufos porém, no fim, depois de tanta entrega, somos traídos e vão para um rival, partem-nos o coração. Deixam os nossos sonhos em standby. É tempo da raiva e da sede de vingança, de pôr uma "história" inteira em causa por um momento, dói, bate forte mas passa. Ou então não e o amor continua, dia após dia juntos na luta por uma causa, uma vida, um projecto em comum e desse amor nascem frutos, há um dia em que um pai ergue um filho e o beija pela primeira vez, um capitão ergue um taça e um novo ciclo começa, mais frutos chegarão desse amor com mais uma vantagem... aqui não há divórcios, não há separações, não há "tempos"... porque eu, tu, ele, nós, vós e eles somos um só!!!!
AMO-TE SPORT LISBOA E BENFICA

12 comentários:

margaridabenfiquista disse...

Bendito apagão!!!!!!

eu quero mais apagões destes para depois ler esta maravilha
dizem que o amor ao Benfica não se explica, isso é uma verdade, não se explica sente-se, e o que aqui li neste artigo fabuloso, é uma fantastica explicação de amor benfiquista, eu diria mais uma ODE,
parabens esta fabulastico

beijos enormeeeeeeeeeeeeeeeeeesssssssss
..

fanbenfica disse...

SOMOS UM SO; mas...
milhoes e milhoes de coraçoes da mesma cor
milhoes e milhoes de portugueses e nao so
que teem vivido e vibrado,
com triunfos europeus...
finais mundias...
campeonatos e taças...
mais do que ninguem,
mas acima de tudo esta alegria unica e singela
esta mistica que so nos sabemos vive-la
de gritar este orgulho que é a voz de uma nação
e que nos sai do peito em forma de canção
no grito de um povo que envolve todo o mundo
e diz cada vez mais alto...
VIVA O BENFICAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA...

Anónimo disse...

O amor, é isso;
Dar e receber.
Há muitas maneiras de amar,todas elas diferentes,mas igualmente belas.
Mas a paixäo é arrebatadora,
e eu amo o benfica de paixäo.
Por isso adorei! todas as frases que escreveu.
P.S.se por acaso eu der algum erro,é normal porque vivo há muitos anos no estrangeiro,e há muitos coisas que falho, mas como errar é humano!!!!!!.
foram muitos anos sem tv.rádio, quando ía a Portugal os meus manos estávam sempre a repreender-me.
Agora com a ZON estou práticamente em Portugal.
beijinhos LUA!!!

Anónimo disse...

Esqueci-me de pör o meu nome ,sou a Minda ,só que tenho a internet há pouco tempo, näo consigo escrever com o meu nome,tenho que ser anónima, podia ser pior, esqueci-me da password e näo consigo entrar.
sempre benfica

águia_livre disse...

Amar o Benfica não é amar. É "sofrer" por amor

Bom FDS
.

prl disse...

Mas que bem.


O Amor é belo principalmente quando é correspondido, mesmo quando se recebe pouco depois de se dar muito.

AGUIADAINVICTA disse...

AMAR O BENFIIICA É UMA PAIXÃO UNICA. PARABÉNS PELO SUSSECO QUE ESTÃO A TER NESTE CANTINHO BJS

Viriato de Viseu disse...

Pois,
Só que se anda a sofrer há demasiado tempo.

Tem que haver um intervalo neste sofrimento!!!

Se bem que, depois do que sucedeu no Tribunal de Gaia, temos que estar preparados para mais uma grande travessia do deserto.

O Metanoso vai agora para o terreno com mais força, porque já viu que o crime...compensa!!!

JOKAS LUA!!!

LuaSLBENFICA disse...

@Maggie, depois de me aturares tanto tempo antes de publicar, ainda consegues gostar do 'post' hahahaha Só mesmo tu, que exageradaaaa =)
Beijos ENORMES QUEEN =)

@fanbenfica muito obrigada pela visita =)) isso que escreveste é lindo e tudo verdadeiro!! Viva o nosso Benfica!! Um clube Universal!
Saudações Gloriosas =)

@Minda num português perfeito, completou o meu artigo. Adorei o que escreveu e sinto tal e qual o mesmo. Aliás, é um sentimento comum a todos os Benfiquistas que mais nenhum adepto consegue sequer imaginar. Beijinhos para si*******

@águia_livre sim, também é sofrer por amor e sofrer muito mas nenhuma história de amor é bonita se não for sofrida. Beijinhos amigo*********

@PRL todo o amor se não for correspondido é vazio. Beijinhos********

@águia da invicta Muito obrigada em nome de todas. São vocês que fazem este sucesso do Benfica by ladies *********

@Viriato de Viseu Querido General, é verdade, é um sofrimento demasiado longo e constante mas temos que ter fé, tal como nas grandes histórias de amor que tudo acabará em bem e depois é só "curtir" a vitória =))
Beijinhos para si*****************

Ana disse...

Que post!!! LINDOOO, bendito o tempo que esperamos para podermos ter este grande prazer.
Luazinha, está tudo dito. Conseguiste escrever, e de forma BRILHANTE, tudo aquilo que sentimos.
Onde assino? ;)
PARABÉNS!!

beijinhos*

red rocket disse...

A Lua diz sempre que não está inspirada e depois brinda-nos com estes manifestos de amor clubistico que deixam qualquer um conquistado ;)

É dificil acrescentar qualquer coisa a este texto... :)

Beijokas ladie Lua****

Gil Vicente disse...

Descalça vai para a fonte
Luazinha, uma flor de ternura
Vai fermosa e mui segura

D' Amor Benfiquista cheia
Consigo a farpazinha de corte
nas mãos puras de prata
Cinturinha de fina escarlata
Mais branca qu' a neve pura
mais pronta p' ra dar o mote
nos aldrabões lá do norte

E sempre fermosa e mui segura
Cabelos de ouro entrançado
Descobre a touca a garganta
Fita de cor encarnado
Seu benfiquismo encanta
Tão linda qu'o mundo espanta

Chove nela graça tanta
De fervor Benfiquista Imenso
Que tal graça dá à fermosura
Seu fogo é contágio intenso
Do nosso Benfica Glorioso

Que ela sempre cantando
Benfica te estou amando

Meu Luar de Luazinha
É de Agosto o mais Fermoso
E to dou tão asinha
Coração vermelho de ternura
E a Ti vou, Glorioso
mui fermosa e mui segura!


Que me perdoe Camões o plágio que minha Alma não conteve.
GIL VICENTE