sábado, 25 de abril de 2009

Trap VS Quique










J_____V____E___D__GM__GS__Pts


Como se pode ver no gráfico, os números de Trapattoni, aquando da sua passagem pelo Enorme Benfica, não diferem muito dos de Quique Flores.
É bom lembrar que Trapattoni tem, em relação a Quique neste momento, mais nove jogos.

Trapattoni - 34 jogos, 65 pontos;
Quique- terá, no final da época, 30 jogos, com 64 pontos possíveis (se ganharmos os cinco jogos restantes somaremos mais 15 pontos, a juntar aos 49 já conquistados, dá um total de 64).

Notem que Trap teve mais quatro jogos do que os que Quique terá e, se tudo correr como todos nós planeamos, terá apenas mais um ponto que o espanhol.

Trapattoni conquistou o título nacional. Quique está numa situação mais complicada para o alcançar, embora seja muito difícil, matematicamente ainda é possível.

Quique tem melhor equipa que Trap tinha? Tem!
Trap, numa entrevista recente, disse que o "seu" Benfica era menos forte que o de hoje, mas que tinha uma equipa, coisa que Quique não tem.

Então, o que nos falta?

Pelas estatísticas - que valem o valem e que existem só (ou não) para serem quebradas -, Quique, em termos pontuais, e independentemente das suas "armas", não fica atrás de Trapattoni.
Aliás, os resultados até são semelhantes... num ano o Benfica foi campeão, no outro... ? .... não se sabe.
Como é possível?

Sim, tínhamos equipa para fazer mais e melhor. Mas será que temos mesmo uma "equipa"? Será "só" "culpa" do treinador? Não me parece, muito sinceramente.
O "problema" - se é que existe - será bem mais complexo.
O "problema" não virá - e assumo a sua existência - de "cima"?

A verdade é uma, caros Benfiquistas, "contentores de treinadores" chegam sempre à Luz, época sim, época sim.
Mudamos, como foi o caso da época passada, de treinador mais que uma vez. E resultados? Zero.
Rara tem sido a época em que não temos um novo "homem do leme", será esse o problema e/ou a solução? Acho que já vimos que não.
Uma equipa precisa de estabilidade, de raízes.
Bem sei que, se estamos mal, não podemos defender a continuidade mas sim mudar logo para o erro não ser (ainda) maior. No entanto, e muito sinceramente, acho que o mal não é o treinador.

Sou pela estabilidade da equipa, pela continuidade do treinador, equipa técnica, métodos de trabalho, rotinas, etc.
Sou pela criação de um grupo forte, sem grandes "revoluções" a nível de jogadores, mas somente com uns pequenos retoques.

Sou por um Benfica ganhador, imbatível. Sou, também, pela recuperação da hegemonia do futebol, que nos pertence... por direito.

Defendo, então, uma estrutura forte, coesa, e... unida. O objectivo é que todos rememos para o mesmo lado, olhando sempre e em qualquer situação os interesses supremos do clube. Não estará aí a "chave" do sucesso?

Projectando a nova época, temos um treinador: que ainda não tem a noção da grandeza do Benfica, mas que acredito que alguém se encarregará de lhe transmitir a tão falada «Mística»; que é uma lufada de ar fresco para o nosso futebol; e que, aos poucos, começa a conhecer o nosso futebol e, também, a "abrir os olhos" em relação à maneira como pega na nossa equipa.
Portanto, apostava nele mais um ano, cumprindo, assim, o contrato.
Temos bons jogadores, tempos um Enorme Director Desportivo que percebe (mais do que qualquer um) de futebol, ama o seu Benfica e só quer o sucesso do mesmo.
"Deixem" Rui Costa trabalhar e verão os resultados... penso eu de que...!


Acredito nesta direcção!! Acredito neste projecto!!

VIVA O BENFICA!!!

5 comentários:

águia_livre disse...

Factos são factos.

Grande artigo de opinião.
.

aguiadainvicta disse...

Excelente artigo. O nosso RUI COSTA COM O JOSÉ VEIGA ERA UMA DUPLA IMBATIVEL. BJS

Maestro disse...

Nesse ano o polvo estava adormecido e este ano está mais forte que nunca.

Essa é a diferença.

Saudações a todos

LuaSLBENFICA disse...

Bloody Brilliant!!
Além de oportuno, deixas "no ar" questões muito importantes bem como o reforço da confiança que sentimos todos no nosso Director Desportivo. Penso que nalguns casos o treinador não foi o indicado, as mudanças não foram benéficas mas no ano da "velha raposa" o senhor(?) PC andava apaixonado e distraído dos "conselhos familiares" até porque fomos campeões com menos pontos do que na 1ª passagem de Camacho no ano anterior.
Com os resultados desta semana mantem-se tudo na mesma mas parece-me que é para apostar na continuidade, é o que têm dado a entender e também me parece o melhor caminho. Quique fica, limamos algumas arestas e com esta equipa vamos ser campeões, contra tudo e contra todos!!

SSF!! Parabéns Aninha, repito, Bloody Brilliant!!

Beijinhos linda****************

AMO-TE SPORT LISBOA E BENFICA

Beijinhos ladies e amigos****************************************************************

margaridabenfiquista disse...

Fantastico post como sempre

sempre em grande a nossa princesa do Ave

jinhos
..